Archive for the 'Hardware' Category

Tudo dito

– MacMini

– MacBook Pro 13″

– iPod Touch 3G 8GB

Anúncios

Sistema anticópia do Blu-ray quebrado

Afinal, o BD+ não é invencível. O sistema anti pirataria do formato de alta definição Blu-ray acaba de ser “vencido” pela equipa de investigação da empresa SlySoft.
A SlySoft é uma empresa especializada em aplicações de reprodução e leitura de CD e DVD. Através da aplicação AnyDVD, a SlySoft terá quebrado o sistema de protecção de direitos de autor BD+.

O BD+, que foi anunciado como inexpugnável, tem por base operações de virtualização, que procedem a três etapas de autenticação, antes de proceder à leitura dos discos Blu-ray.

Com a versão beta do AnyDVD, os técnicos da SlySoft conseguiram visionar filmes Blu-ray em PC, Playstation 3 e, até no leitor de DVD Blu-ray, noticia a PC Pro.

A SlySoft não forneceu detalhes técnicos sobre o método utilizado na cópia de DVD Blu-ray.

Fonte: Exame Informática

America’s Army 3.0 – SITREP + Requerimentos

Parece que já anda por ai os requesitos do Americas Army v3, então decidi colocar aqui no blog. É agora que o pessoal começa a comprar pc’s novos para jogar a este joguito :P.

Resumo:

* O AA3(America’s army 3.0) vai ser um jogo totalmente novo que usa o motor de jogo do unreal 3, vai ter novos mapas, armas e sons.

* Vamos ter de criar uma conta nova para o AA3, (ATENÇÃO: Ninguém vai perder a sua conta actual, simplesmente essa conta não pode ser utilizada no AA3, mas pode continuar a ser usada nos servidores da AA2.)

* Os DEV’s dizem que os jogadores que são veteranos na AA2, vão ter um benefício na nova conta na AA3, esse benefício pode ser uma medalha ou um ícon antes do nome a dizer que somos veteranos em semelhança com o que se passou no Battlefield.

* Vão continuar a ser lançadas versões 2.x , ou seja antes do AA3 ainda sairam novas versões (2.9 – 2.10 possivelmente).

* O lançamento do jogo está previsto para o fim de 2008, mas como eles têm mais de 30 programadores a trabalhar na nova versão talvez tenhamos sorte de sair mais cedo!

* Outro ponto importante na AA3 será os requerimentos do jogo, ou seja, quais as características que o nosso pc tem de ter para suportar o jogo. Como alguns trabalhadores da EPIC afirmam, as specs necessárias para correr o jogo serão (mais ou menos) estas:

Requerimentos mínimos:

Processador: 2.8Ghz
Memória RAM: 512MB
Placa Gráfica: Geforce 6 series ( ou seja Nvidia 6600GT por ai fora)

Atenção que os requerimentos mínimos aqui apresentados são os requerimentos mínimos para correr o jogo com BOA qualidade, não é para correr o jogo em 800*600 com os gráficos no mínimo.

Requerimentos recomendados:

Processador: 3Ghz ou 4Ghz
Memória RAM: 1024MB
Placa Gráfica: NVIDIA 6800GT/Ultra or 7800GT/GTX SLI

Estas specs servem para correr o jogo com tudo no máximo e com antialising e essas mariquices todas…

Novas tecnologias que vêm com o novo motor de jogo:

Dual-core CPU: Multi-threading is supported and should provide much better performance. (Finalmente os Dual Core são suportados, já não temos que desligar um dos core’s!!! =D )
64-bit version to be available with better textures
Renderers: SM3.0, 2.0, possible DX8 renderer
HDR supported
Physics: Novodex Physics Engine
AGEIA PhysX PPU supported. (Esta é uma placa de física da AGEIA que custa tipo 200 e tal euros e que simplesmente é um desperdício de dinheiro e que acrescenta 2 FPS no máximo =D)

Não se esqueçam que estes requerimentos não são exactos, são apenas aproximados como é obvio, já que o jogo ainda não saiu.

Fonte:http://rtp.clanservers.com/ (escrito por: [rtp.Negative!])

Microsoft lança rato com pesos para jogadores

Tem um pequeno contrapeso de 30 gramas que permite ao utilizador configurar a estabilidade e a gravidade do periférico e um botão que permite girar personagens de jogos em ângulos completos de 180 graus. E o seu design parece saído da imaginação do Darth Vader.

É o novo rato da Microsoft especialmente desenhado para jogadores intensivos e deverá chegar ao mercado em Outubro. De acordo com informação divulgada pela Microsoft deverá custar 80 dólares (60 euros).

Fonte: Exame Infomática

Agora pergunto eu: É impressão minha ou a Logitech já tinha um rato onde o utilizador podia adicionar ou retirar peso?

Sistema operativo Linux será a base de 66% dos telemóveis Motorola

A Motorola revelou que nos próximos dois anos irá instalar o sistema operativo Linux em 60 por cento dos terminais que fabrica, adiantou um representante da marca na LinuxWorld, a decorrer em São Francisco.

A fabricante norte-americana já oferece alguns modelos que incluem software Linux embora agora admita que quer manter “uma aposta forte” naquele sistema operativo.

Desde que deu os primeiros passos no mercado, a Motorola já utilizou vários sistemas operativos nos seus equipamentos. O software utilizado nos primeiros modelos foi motivo de várias críticas da indústria que o apelidava de “complicado” tendo em conta a simplicidade do sistema utilizado pela Nokia.

Com o passar dos anos a fabricante foi aperfeiçoando as características do software aplicado e começou a apostar nas plataformas Symbian e Windows Mobile.

Adam Leach, analista citado pela Vnunet, refere que este medida pode ser de extrema importância para os consumidores que se encontrem nas posições cimeiras da cadeia de valor, principalmente as “OEM e os operadores”, o que leva os especialistas a estimar que a Motorola instale Linux nos telemóveis de gama média e alta.

Fonte: TEK Sapo

Chip da PS3 leva Sony aos tribunais

Uma empresa da Califórnia processou a Sony por esta quebrar a patente de uma tecnologia criada em 1991.

O processador Cell da Playstation3 motivou uma queixa por parte da Parallel Processing. Esta empresa alega que a Sony está a infringir uma patente sua, registada em 1991. A patente, segundo o site Next Gen, tem a ver com uma tecnologia de processamento sincronizado com memória partilhada (Synchronized Parallel Processing with Shared Memory).

A empresa queixosa pede a “destruição de todos os produtos que violem esta patente, bem como indemnizações financeiras”, alegando que a Sony causou “danos irreparáveis e prejuízos financeiros”.

Fonte: Exame Informática